• Elisa Lempek

A importância do tempo para o casal, com ou sem filhos



O tempo que os casais tem para ficar juntos ou para fazer atividades exclusivas de casal é um tema de grande conflito para muitos casais, com ou sem filhos. Entretanto, ter filhos é um dos fatores que contribuem para o aumento dos conflitos sobre este tema.


Casais com filhos sabem o quanto é difícil conciliar as demandas relacionadas à divisão de tarefas e responsabilidades com as crianças, com a casa, com a família ampliada, trabalho, tempo para si e ainda tempo para o casal. A chegada de um filho realmente provoca inúmeras mudanças na vida a dois. O casal precisa se ajustar a chegada do novo membro (que é um terceiro) e criar espaço para o novo papel, de pai e mãe. Com isso, é natural e até esperado que o relacionamento conjugal fique em segundo plano num primeiro momento, pois a prioridade é a construção desses novos papéis. Nesse período, portanto, pode ocorrer uma diminuição na satisfação conjugal, em função da redução do tempo disponível para o investimento na relação a dois. Essa diminuição na satisfação conjugal pode causar prejuízos diretos ou indiretos tanto na relação do casal quanto na relação de cada um com os filhos, pois, quando a conjugalidade não vai bem, há um reflexo negativo na parentalidade e este é um alerta importante para pais e mães.


Uma forma de amenizar este impacto após a chegada do bebê é através da parceria e do companheirismo do casal na divisão de tarefas e responsabilidades, aliado ao diálogo, demonstrações de afeto e gentileza, carinho, cumplicidade e reconhecimento entre ambos. Porém, em algum momento, o que é muito particular a cada relação, o casal deve voltar a reinvestir no seu relacionamento, buscando um equilíbrio entre o tempo para si, para a família e para a relação a dois, com exclusividade, pois, a quantidade e a qualidade do tempo que o casal tem para desfrutar a dois impacta na qualidade da relação conjugal.


Pensando nisso, planejar e vivenciar momentos a dois é uma tarefa fundamental para casais que desejam nutrir seu relacionamento e manter bons níveis de satisfação conjugal, fortalecendo sua relação com mais intimidade e conexão. Um casamento satisfatório e duradouro se constrói com cuidado, dedicação, investimento diário e compromisso de ambos os parceiros, logo, organizar o tempo livre envolve decisão e planejamento, levando em conta preferências, necessidades, desejos e possibilidades. Já encontrar esse equilíbrio é uma necessidade que requer constante negociação!


Segue uma dica que pode ajudar!


1-Façam uma lista de atividades que vocês gostariam de fazer juntos;

2-Selecionem as atividades que devem entrar no cronograma de “tempo para o casal”;

3-Definam um dia e horário para a realização das atividades escolhidas;

4-Criem um cronograma de atividades;

5-Coloquem o planejamento em ação!


Desenvolver estratégias para lidar com o tempo de compartilhamento a dois é uma necessidade que promove proteção ao relacionamento. Se este estiver sendo um tema de conflito no seu relacionamento, ou se você percebe que há um baixo nível de satisfação conjugal atualmente, busque ajuda especializada. A psicoterapia (individual ou de casal) é uma alternativa que pode ajudar a promover mais saúde e satisfação ao seu relacionamento! Entre em contato para saber mais!


Com carinho, Elisa Lempek

48 visualizações

© 2018 por @lsdesignepapelaria

Seguir

  • Instagram ícone social