• Elisa Lempek

Comunicação entre o casal


Dificuldade de comunicação é um tema de conflito comum entre casais. De acordo com a literatura, casais com dificuldades na comunicação assim como na resolução de conflitos tendem a se distanciar, muitas vezes chegando à separação. ⠀ ⠀ Entretanto, na minha experiência profissional percebo um interesse cada vez maior de indivíduos e casais na busca por estratégias para melhorar o seu relacionamento a partir de uma melhora na comunicação, pois percebem que têm coisas a dizer e não conseguem dizer da forma como gostariam e assim não sentem-se compreendidos; ou que desejam entender melhor o parceiro/a que costuma ter dificuldades para se expressar; buscando na terapia ou na consultoria esse apoio.

De fato, as habilidades de comunicação contribuem para melhorar o nível de satisfação conjugal, promovendo mais saúde e qualidade na relação.

Sabemos que os conflitos são inerentes aos relacionamentos, uma vez que se caracterizam pela divergência de opinião/interesse entre os parceiros, afinal, as pessoas têm perspectivas diferentes sobre si, sobre a vida, sobre o outro...A convivência vai revelando as características de cada um e as diferenças vão aparecendo.  Para dar conta dessas diferenças, os casais vão aprendendo a melhor maneira de se comunicar e resolver conflitos. Entretanto, muitos encontram dificuldades nesse caminho.⠀ ⠀ Boa parte das dificuldades em resolver os conflitos de forma construtiva costuma estar relacionada com a falta de alternativas utilizadas pelo casal, que costuma ter as mesmas atitudes diante de situações diferentes. ⠀ ⠀ Para resolver conflitos e melhorar a comunicação, é importante que o casal crie oportunidades de reflexão e diálogo, com uma escuta atenta ao que o outro tem a dizer usando a estratégia de resolução de conflitos positiva.⠀

A estratégia de resolução positiva ocorre através da negociação, quando ambos visam uma forma de resolver o conflito com foco na solução do problema e, para isso, dialogam de igual pra igual, colaborando um com o outro para que os dois saiam satisfeitos com o resultado encontrado. Para isso, é necessário que o casal possua certas habilidades de comunicação e que cada membro esteja disposto a ceder em alguns pontos individuais em prol do bem-estar conjugal.⠀ ⠀ Abaixo segue algumas dicas para criar essa oportunidade de reflexão e diálogo:⠀ ⠀ Escolham um MOMENTO adequado para conversar sobre assuntos difíceis com TEMPO disponível, num LUGAR onde tenham privacidade e tranquilidade. FALEM sobre si (seus pensamentos, sentimentos e necessidades) e ESCUTEM um ao outro de forma a compreender o que está sendo dito e não pensando na resposta a ser dada. BUSQUEM uma solução conjunta e APRECIEM o resultado de ambos saírem satisfeitos, sem que um precise perder para o outro ganhar.⠀

Faz sentido?

E para favorecer os processos de negociação, algumas habilidades emocionais e de comunicação são necessárias, como por exemplo: mostrar-se tranquilo; não alterar a voz; cuidar das palavras utilizadas; saber escutar (esteja presente; tenha interesse; faça perguntas; confirme o que entendeu). ⠀ ⠀ Dicas Extras:⠀ ⠀ Evite dizer tu tens que; tu deverias; tu sempre; tu nunca. No lugar disso, diga eu me sinto...; gostaria de...; quem sabe nós dois pudéssemos...⠀

Para finalizar, quero agregar a esse texto alguns conhecimentos da Comunicação Não Violenta (CNV), pois utilizo muito essa prática em meus atendimentos e percebo excelentes resultados.

A CNV é uma forma de comunicação que ajuda as pessoas a se relacionarem melhor aumentando a conexão através da escuta empática (sobre si e sobre o outro), da clareza sobre limites e dos pedidos a serem feitos para que ambos sintam-se respeitados em suas necessidades. ⠀ A aplicação prática da CNV consiste em 4 passos:⠀ ⠀ 1- observar os fatos, sem julgar. ⠀ Ex: combinamos de você  chegar as 21h e você chegou as 21h30 (ao invés de dizer "você chegou atrasado/a);⠀ ⠀ 2- identificar os sentimentos associados aos fatos.⠀ Ex: tenho sentido a sua falta (ao invés de dizer "sinto que você não me dá atenção como antes "); ⠀ 3- identificar as necessidades.⠀ Ex: tenho passado mais tempo sem você do que gostaria. Preciso de mais atenção (ao invés de dizer "você é muito insensível");⠀ ⠀ 4- fazer pedidos claros.⠀ Ex: me sinto amada e importante quando assistimos uma série juntos antes de dormir.  Podemos fazer isso pelo menos três vezes por semana? (ao invés de dizer você pode me dar mais atenção?)⠀ ⠀ Gostou?


Se quiser saber mais e treinar essa nova forma de comunicação, conte comigo!


Abraço, Elisa Lempek

54 visualizações

© 2018 por @lsdesignepapelaria

Seguir

  • Instagram ícone social